Voltar ao topo

21 de outubro de 2009

Eu olho...

Eu olho... 





Eu olho você grande e distante
e da sua grandeza me comovo
e da sua distância me revolto.
Olho de novo.
Procuro reter em minhas mãos sua figura
mas ela gesticula, oscila e cresce
e numa inconstância distraída
no instante exato
por trás da vida desaparece.
Um desacato.
Do meu desaponto eu me levanto
pra levar embora outro desencanto
mas você me divisa e então me chama.
Me aguarda, reclama e me convida
e minha vida nessa ansiedade por fim entrego.
E nesse amor feito de espuma colorida
nós flutuamos: você borbulha, eu escorrego,
ensaboados, você explode, eu me desintegro.


 

4 comentários:

meus instantes e momentos disse...

bonito post, nuito bom.
Maurizio

Lara disse...

Oi Flor, tem um selinho pra você lá no meu cantinho! Dá uma passadinha lá e pega! Vou ficar aguardando! Beijos!

Gian Fabra disse...

lindo.

parabéns
=)
bjs

Anne Scandell fadacom disse...

Querida Chris, voei por aqui para me encantar com seu mundo rosa, e sonhar que tudo é possivel. To levando teu selinho, bjão encantado de uma fadinha que adora voar por aqui.

 
TOPO
©2007 Designer Eneida LovelyXml Por Templates e Acessorios